Inspetoria São João Bosco

A Inspetoria São João Bosco (ISJB) é uma das seis províncias em que está organizada a Congregação dos Salesianos de Dom Bosco no Brasil.

Situada no centro do País, a Inspetoria São João Bosco abrange os estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Goiás, Tocantins e o Distrito Federal.

Do ponto de vista jurídico, a ISJB é uma sociedade civil sem fins lucrativos, dedicada à assistência social, beneficente, e de caráter educativo-cultural.

Fundada em 11 de dezembro de 1947, tem como missão contribuir para a construção de uma sociedade mais justa e solidária, por meio da educação, evangelização e assistência social da juventude, especialmente a mais necessitada.

Em suas várias obras, procura contribuir para a construção de um mundo melhor, que reconheça os direitos das crianças e dos adolescentes, além de proporcionar-lhes, com ações concretas e pontuais, um futuro melhor.

Como instituição católica, a ISJB fundamenta sua atuação nos valores éticos e cristãos e no Sistema Preventivo de Dom Bosco, o jeito de educar praticado pelo Santo dos jovens e legado por ele aos continuadores de sua missão.

No marco legal, pauta-se pelas leis vigentes em seus campos de atuação, particularmente pelos princípios do Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei nº 8069/1990).

A ISJB é membro da Conferência das Inspetorias dos Salesianos de Dom Bosco do Brasil (Cisbrasil), entidade representativa das inspetorias salesianas do País.

Veja também

Formação de liderança e prática pedagógica (I) Em postagem anterior, abordei o protagonismo juvenil, indicando pistas para reflexão dos educadores salesianos. Neste segundo artigo, o tema é recorre...
O irmão salesiano   Surpresas de um caleidoscópio Estudar a vida de Dom Bosco é semelhante ao manuseio de um caleidoscópio: cada olhar dá nova perspectiva a element...
Sobre Dom Bosco “Quando crescer, quero ser sacerdote para tomar conta dos meninos. Os meninos são bons; se há meninos maus é porque não há quem cuide deles”. (Dom B...

1 Trackbacks & Pingbacks

  1. Sobre o projeto |

Comentários não permitidos