Preciosa herança do bicentenário

Gleuso Damasceno Duarte


2009 – 150 anos de fundação da Congregação Salesiana
2015 – 200 anos do nascimento de Dom Bosco
Apenas seis anos separam esses eventos tão relevantes para a Família Salesiana.

Em 2009, o 9º Sucessor de Dom Bosco, Pe. Pascual Chávez, convocou toda a Família Salesiana a dedicar os seis anos que separam essas comemorações a um programa especial de preparação para o bicentenário de Dom Bosco. Um dos aspectos marcantes desse programa foi a peregrinação de uma urna com relíquias importantes de Dom Bosco, percorrendo os países que compõem o “mundo salesiano”.

A urna

Projetada pelo arquiteto Gianpiero Zoncu, a urna foi confeccionada em alumínio, bronze e vidro.

Urna de Dom Bosco em peregrinação mundial.

Urna de Dom Bosco em peregrinação mundial

Sua base representa uma ponte sustentada por quatro pilares que mostram na parte externa as datas que definem o bicentenário: 1815 – 2015.

 

 

 

Urna de Dom Bosco relevos de Gabriel Garbolin.

Urna de Dom Bosco, tendo nas laterais relevos de Gabriel Garbolino

Nos lados mais estreitos  da urna, os pilares são decorados com relevos retangulares, dispostos assimetricamente.

Esculpidos por Gabriel Garbolino, os relevos representam rostos de jovens dos cinco continentes ladeando um mapa-múndi.

O brasão da Congregação Salesiana e  o lema adotado por Dom Bosco – (Da mihi animas, caetera tolle, isto é, Dai-me almas, ficai com o resto) – completam a decoração da urna.

 

 

 

A imagem de Dom Bosco

A urna contém uma réplica da imagem existente sob o altar do santo, na basílica de Valdocco. Urna de DB para peregrinação mundial_02-detalhe(diocesilecce.org)Deitado em seu leito de morte, ele está vestido com os paramentos usados então na celebração da missa. As mãos e o rosto foram reproduzidos a partir de moldes feitos no dia seguinte ao da morte de Dom Bosco, pelo escultor Gaetano Cellini. [Atenção! Não confunda os  Cellini !]

A relíquia está inserida na estátua, autenticada, lacrada e protegida, como determinam as leis da Igreja. La reliquia di don Bosco a Ravenna (Rafotocronaca)(4) Inserita: 23/02/2014 La reliquia di don Bosco a Ravenna (Rafotocronaca) Riferito all'articolo: ?Bagno di fedeli a Ravenna per la reliquia di don Bosco

A peregrinação

Uma urna com a relíquia de Dom Bosco percorreu as províncias ou inspetorias salesianas, detendo-se nos lugares onde a Família Salesiana tem suas obras: escolas, paróquias, oratórios festivos, centros juvenis, etc.

Por toda a peregrinação multidões de jovens veneraram seu patrono.

Por toda a peregrinação, multidões de crianças, adolescentes e jovens veneraram seu patrono.

A duração dessa jornada espiritual de renovação do carisma salesiano exigiu que fossem criadas cinco urnas, para facilitar as viagens pelas várias nações. Recebida entusiasticamente por onde passava, a urna peregrina foi acolhida com festas e manifestações de fé pelos membros da Família Salesiana, alunos e ex-alunos, devotos e admiradores do grande santo educador. Como salientou o Conselho Geral dos Salesianos, a peregrinação demonstrou “que a fé, em particular a religiosidade popular, precisa de sinais visíveis; a fé se expressa também por meio da manifestação de afetos e precisa ver e tocar.”[1]

Onde ficarão as urnas peregrinas?

A Congregação Salesiana é o núcleo inicial de um conjunto de organizações criado por Dom Bosco para continuar sua obra. Hoje, atua em cinco continentes. Para administrar este imenso conjunto de pessoas e obras, organiza seu campo de apostolado em sete regiões geográficas.

Considerando este e outros fatores, o Conselho Geral da Congregação Salesiana, pouco após a celebração do bicentenário, resolveu que em cada uma dessas regiões haverá uma urna, como recordação do grande evento e referência para toda a Família Salesiana. E definiu o local onde estarão situadas:

Comemorações do bicentenário. Papa Francisco reza diante da urna de Dom Bosco. Turim, 21/6/15.

Comemorações do bicentenário. Papa Francisco reza diante da urna de Dom Bosco. Turim, 21/6/2015.

  1. Para as regiões do Mediterrâneo e Europa Centro e Norte:  na basílica de Maria Auxiliadora, em Turim, na Itália (a urna original);
  2. Para a Região de África e Madagascar: no Santuário de Maria Auxiliadora, em Nairobi, no Quênia;
  3. Para a Região Leste da Ásia e Oceania: no Instituto Salesiano de Macau, na China;
  4. Para a Região Ásia Sul: no Templo de Dom Bosco em Cherapunjie, próximo a Shillong, na Índia;
  5. Para a Região América Cone Sul: no Templo de Dom Bosco, em Brasília;
  6. Para a Região Interamérica: no Templo de Dom Bosco, no Panamá.

Há uma geografia da devoção a Dom Bosco, que foi levada em conta; em algumas realidades, tal devoção já está altamente consolidada, com grande afluência de pessoas; em outras situações, o estágio atual representa apenas o começo. Todos esses lugares podem ser centros de sua irradiação.

Fontes: ANS 28/08/2015;  – https://it.wikipedia.org/wiki/Gaetano_Cellini ; – https://pt.wikipedia.org/wiki/Benvenuto_Cellini

 

[1] http://www.infoans.org/1.asp?Lingua=5&sez=1&sotsez=13&doc=13238

Texto de Gleuso Duarte


*Bacharel licenciado em Filosofia. Professor de História. Mestre em Administração. Editor e autor de várias obras didáticas. Foi assistente e professor em escolas salesianas. Atuou no planejamento e implementação da Rede Salesiana de Escolas. Editor de Material Digital de Ensino Religioso da Edebê-Brasil.

Publicado por CSS (Comissão para a Comunicação Social-ISJB)

Veja também

Herança preciosa Para a grande Família Salesiana, 2015 foi um ano de bênçãos, de alegria e de renovado empenho na missão de viver com os jovens e para os jovens. O ...
Sobre o bicentenário No dia 16 de agosto de 2014, os salesianos iniciam o ano de celebração do Bicentenário do Nascimento de Dom Bosco, que será comemorado em 16 de ag...
Câmara dos Deputados homenageia Dom Bosco Em sessão solene nesta terça-feira, 17 de novembro de 2015, por intermédio do deputado federal Marco Tebaldi, de Santa Catarina, a Câmara dos Deputado...
O irmão salesiano   Surpresas de um caleidoscópio Estudar a vida de Dom Bosco é semelhante ao manuseio de um caleidoscópio: cada olhar dá nova perspectiva a element...